1 fevereiro, 2019

CNC participa de transmissão de cargo no Ministério do Turismo

Crédito: Gustavo Messina/MTur

Marcelo Álvaro (de pé na foto, durante cerimônia) assume pasta no lugar de Vinicius Lummertz

O novo ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, afirmou durante cerimônia de transmissão de cargo, realizada em Brasília, no dia 2 de janeiro, que uma das prioridades de sua gestão será colocar o turismo no centro da agenda política e econômica do governo.

Marcelo Álvaro assumiu a pasta no lugar de Vinicius Lummertz, agora secretário de Turismo de São Paulo. Além de Lummertz e do atual ministro, ocuparam lugar no palco da cerimônia o diretor da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), Alexandre Sampaio; o presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Braga; o presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Turismo (Frentur), deputado federal Herculano Passos e a mãe do ministro, Vilma Penido Dias.

O novo titular da pasta disse que dará continuidade a ações e programas que deram resultados, como o Prodetur +Turismo, os vistos eletrônicos e concessões público-privadas de parques naturais.Para ele, a manutenção da pasta demonstra a prioridade dada pelo atual governo para um setor que gera negócios, emprego e renda e que é capaz de mudar a vida dos brasileiros.

“Hoje, assumo um dos maiores desafios da minha vida pública e me sinto honrado com a oportunidade de contribuir para este governo que se inicia e que, certamente, fará mudanças estruturantes em nosso país”, disse Marcelo Álvaro Antônio.

Para o ministro, há muitos desafios em sua gestão, como: reduzir o custo Brasil, melhorar o ambiente de negócios, dar prosseguimento às ações de ampliação da conectividade aérea e incentivar o empreendedorismo com a redução da burocracia. “É hora de transformar todo o vasto potencial do Brasil em retorno econômico”, afirmou o ministro.

Sobre o ministro

Marcelo Álvaro é natural de Belo Horizonte, deputado federal licenciado tem 44 anos e é formado em Engenharia Civil pelo UniBH. Ingressou na política em 2012 como vereador na capital mineira, mandato que exerceu até 2014, quando conquistou, pela primeira vez, uma vaga na Câmara dos Deputados. Foi reeleito em 2018 como o deputado mais votado de Minas Gerais. Em 2015, aderiu à Frentur, formada por deputados e senadores que defendem o avanço de propostas de interesse do turismo.

 

Comentários

0

Os comentários serão moderados, portanto evite o uso de palavras chulas, termos ofensivos ou comunicação vulgar. Se tiver alguma dúvida sobre o tema abordado aqui, use a nossa Área de Atendimento. Talvez a resposta já esteja lá.

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.